Tratamento da Dor no Cotovelo

Osteopatia na Zona Sul de São Paulo

A epicondilite, que é uma lesão à nível do côndilo (parte lateral na região do cotovelo) do osso do úmero (osso do braço). A lesão mais comum é a lateral, porém também existe a medial (região de dentro do cotovelo). 

Nesta lesão encontramos repetidas e minúsculas rupturas no tecido dos tendões laterais, que se inserem no côndilo lateral do úmero e rádio (osso do antebraço).

Ocorre normalmente por um uso excessivo dos tendões laterais que fazem a extensão do punho. 

No esporte é mais comum acontecer nos atletas do tênis (por isso ela também é conhecida como “cotovelo de tenista”), mas pode acontecer em esportes que usam muito o braço, ou também por trauma na região do cotovelo (uma pancada direta, por exemplo). 

Pode também acontecer em trabalhadores que fazem uso excessivo do antebraço, como pintores, pessoas que usam muito computador, cozinheiros, costureiras, etc.

Sintomas

Os sintomas são dores fortes na região lateral do cotovelo, que pode irradiar para ombro e ou antebraço.

Dor no movimento de extensão (elevação do punho) e também ao esticar o braço.

É comum aparecer perda de força ao realizar a extensão de punho, podendo também acontecer quando se segura alguns objetos.

Queimação lateral no cotovelo.

Diagnóstico

Na avaliação Osteopática, precisamos fazer um diagnóstico diferencial da epicondilite. Veremos se é somente uma lesão local ou se tem origem cervical (pela inervação), desde a origem do nervo responsável pela região, bem como todo o trajeto que este nervo percorre pelo braço. Além disso, a vascularização local também pode estar afetada.

osteopatia dor no cotovelo zona sul sp

Como funciona a osteopatia para dores no cotovelo?

Teremos que normalizar todo controle vascular, sensitivo e muscular do membro superior, através da inervação.
A coluna cervical média (C5-C7) é quem inerva a região lateral do cotovelo. Identificamos a lesão e tratamos. 

Também verificamos se as estruturas dos ombros estão trabalhando de forma harmônica. Uma alteração na clavícula ou primeira costela pode provocar uma compressão nervosa ou vascular e, assim, provocar sintoma na região do cotovelo.

É importante trabalhar a coluna torácica para melhorar a vascularização do cotovelo e evitar hipermobilidades cervicais (que pode levar à alterações cervicais e consequentemente lesões no cotovelo).

Além disso, não podemos deixar de avaliar a articulação do cotovelo. Podemos encontrar alterações mobilidade de todos os ossos envolvidos nesta articulação.

Por fim, é interessante trabalhar a musculatura do membro superior, para obter um relaxamento da mesma.

As técnicas utilizadas não geram DOR para o paciente.

Depoimentos

Graças a Dayana, meu ombro parou de doer. Eu sou tenista faz muito tempo, e vira e mexe aparecia uma dor que me incomodava muito, que eu curava com antinflamatorio,adesivos, e por aí ia... mas, a dor sempre insistia em voltar.. Tomar consciência da Osteopatia, e ter me colocado na mão de alguém profissional como a Dayana, foi a melhor coisa que eu fiz. A dor sumiu, graças g Deus! Gratidao de todo o meu coração!!
Monica Stein
Dayana é ótima! Com duas sessões já senti grande melhora. Super recomendo, muito profissional e humana!
Lídia Russo

Você também quer viver sem dor?

Agende agora uma consulta com a Dra. Dayana Coelho

Osteopata SP Zona Sul